Gato Preto

from by Luís Formiga

/
  • Compact Disc (CD)

    Includes unlimited streaming of Subnutridos via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    ships out within 5 days

     €10 EUR or more

     

  • Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

     €0.79 EUR  or more

     

lyrics

Gato Preto

Gato preto, preto morto
Gato preto, deitado, morto
Nasceu para (tudo) escurecer

Gato preto, preto e morto
Viveu a rua, caminhou o esgoto

Nascido do fumo, arriscou a cidade
Cresceu para lá do tamanho e da vaidade.

Gato preto, deitado morto
Desafiou o escuro, quis ser outro

Aprendeu que para ser vadio é preciso (saber) não chorar o frio

E que a prisão não é ter trela, é ter medo.

Gato preto, preto morto
Gato preto, deitado, morto
Arrogante vestígio da noite.

Mil amantes que a noite nunca confessou
Fugiu de pedras, leis e até do que amou

Gato preto, trincou o desencanto
A mágoa cobriu-o como um manto

Refugiou-se numa capela, que queria ser igreja
Alimentado por uma mulher que ninguém beija.

Nas promessas de paraíso
Não ouviu um só riso.

No húmido sussurro da terra
Enfim descansa,
A sua nova/última morada, um buraco por campa

Os mártires entram na arena de mão dada
Mas morrem sós.

Tem jazigo sem flores
E nem um suspiro de seus amores

Gato preto, preto morto
Podia ser teu, podia ser meu

Gato preto, jaz morto
Podias ser tu, era eu.

credits

from Subnutridos, released June 24, 2014

tags

license

all rights reserved

about

Luís Formiga Porto, Portugal

Caçador de cerejas e tempestades, "troca os "v's" pelos "b's" desde tenra idade!

contact / help

Contact Luís Formiga

Streaming and
Download help

Redeem code